Buscar
  • Dra. Nelise Marvulo

Quais são os tipos de circulação e quais as suas diferenças?

Atualizado: Mai 31

O corpo humano possui três tipos de circulação:


* Circulação Arterial *

Leva sangue com oxigênio e nutrientes do coração para todos os órgãos e tecidos do corpo;

São vasos muito importantes, e alguns deles podem ser sentidos indiretamente através da palpação dos pulsos no pescoço, braços, pernas e abdome.

Obstruções parciais desses vasos podem causar diferentes sinais e sintomas: infartos cerebrais, dor em braços e pernas a diferentes graus de movimentos e atividades físicas, alteração de coloração de mãos e pés, perda de pelos das pernas, diminuição e perda da função dos rins, entre outros,

O entupimento completo desses vasos pode levar a diferentes tipos de infarto: AVCi (acidente vascular cerebral isquêmico), embolia pulmonar, infarto do miocárdio, embolia arterial periférica (esta podendo até evoluir para a necessidade de amputações).


* Circulação Venosa *

Leva o sangue pobre em oxigênio e rico em impurezas e “lixo” das células novamente para os pulmões e coração.

Dentro da circulação venosa ainda temos as veias profundas (que ficam internamente aos músculos e são responsáveis por transportar cerca de 90% do sangue venoso dos membros inferiores para o coração e pulmões) e as veias superficiais (cujos troncos principais são as safenas interna/magna e externa/parva).  Esses dois “planos” venosos se comunicam através de veias chamadas perfurantes, que atravessam as fáscias e músculos, unindo esses dois tipos de veias em diversos pontos dos membros inferiores.

O retorno venoso dos membros inferiores ocorre no sentido oposto à força da gravidade, isso graças a presença de válvulas no interior das veias que, quando as veias possuem calibre adequado, se fecham impedindo o retorno/refluxo do sangue em direção aos pés. Se há dilatação dos vasos e os bordos das válvulas não se coaptam adequadamente, se há frouxidão nas válvulas ou se elas estão destruídas ou inexistentes, o sangue passa a caminhar nos dois sentidos e a eficácia do retorno venoso diminui, ocorrendo um acúmulo/estase do sangue venoso nas pernas e pés, favorecendo mais a dilatação e alongamento dos vasos, gerando as varizes.

Algumas vezes, por diversos motivos, as veias do corpo sofrem dilatação, alongamento e se tornam tortuosas, causando as chamadas “varizes”.  A apresentação da doença é variável, dependendo do calibre original dos vasos acometidos, grau de dilatação, tempo de evolução da doença e presença de outras doenças associadas.


*Circulação Linfática *

Carrega células de defesa e proteínas, contribuindo para a defesa dos tecidos.

Por serem vasos muito pequenos e, consequentemente, muito frágeis, os vasos linfáticos são facilmente lesionados em traumas, cortes, infecções e cirurgias. Também podem estar presentes em quantidade reduzida por alterações congênitas, dando sintomas já na infância ou no início da idade adulta. Lesões nesses vasos favorecem o chamado “Linfedema”, que se manifesta por um inchaço do membro, alterações na pele (que toma aspecto de casca de laranja), além de maior predisposição a infecções de pele pela menor presença de células sanguíneas de defesa nessa região.

O médico especialista nos três tipos de circulação do nosso corpo é o angiologista/cirurgião vascular. Ele é o profissional capacitado para diferenciar as doenças que acometem cada um dos tipos de circulação, bem como solicitar (e muitas vezes realizar) os exames necessários para o diagnóstico, definir e executar o adequado tratamento.

Portanto, se você apresenta algum dos sinais e sintomas descritos no texto, não deixe de agendar uma consulta com o especialista!



1 visualização
 

Formulário de Inscrição

(11) 2758-5040

(11) 99641-2367

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

©2020 por Medicina Premium